Cortina Verde – do Japão para o mundo

Conheça uma solução sustentável e barata que junta economia de energia e  paisagismo para sua residência/escritório!

 

               A cortina verde consiste basicamente de uma cortina feita de plantas trepadeiras que tem como seu objetivo embelezar o ambiente e torná-lo um local agradável climaticamente reduzindo seus gastos em energia elétrica, um isolante térmico ambientalmente correto. Sua confecção é muito ampla e pode utilizar sementes de frutas e vegetais em sua estrutura. De sobra, há também absorção de dióxido de carbono por conta da fotossíntese.

               Funciona assim: nos edifícios, as plantas crescem entre as treliças das janelas e paredes dos prédios. Elas são capazes de filtrar os raios solares, o que reduz a absorção do calor e diminui a necessidade de ar condicionado nos escritórios e oficinas.  

               O grupo empresarial japonês Kyocera implantou o produto instalando a primeira cortina verde na sede da prefeitura de Nagado. A experiência rendeu dados em que mediu-se uma diminuição de 15ºC nas superfícies protegidas pela cortina. Na empresa, eles também a utilizam para alimentação com frutas sem agrotóxico, onde os funcionários podem colher pepinos para fazer suas saladas saudáveis.

               Além disso, os japoneses sentiram um desconforto muito grande quando houve o acidente na usina nuclear em Fukushima que reduziu a produção de energia no país em um dos verões mais intensos já vivido por eles. A solução para evitar calores extremos foi a adoção da cortina em casas e diversas empresas. Funcionou muito bem na luta contra o calor. Foi feito um estudo para verificar os efeitos da cortina utilizando uma câmera termográfica, que mede a temperatura, esta mostrou que, na parte do prédio sem a cortina, o calor era de 40,5°C, sob a cortina, 32,9°C – uma diferença de 7,6°C. Na época, ela foi uma salvação nos gastos elétricos.

Quais plantas podem ser utilizadas?

A ideia é que o projeto seja confeccionado com todos os tipos de planta trepadeira. Recomenda-se que sejam escolhidas as de crescimento mais ágil para cortar um tempo de espera. Frutas como o Maracujá não são recomendadas pela quantidade de insetos que a planta atrai.

Porque seria interessante pra mim?

            É uma alternativa para refrescar o ambiente, evitando o uso de ar condicionado e diminuindo os gastos com energia elétrica. Também pode ser utilizada para deixar o ambiente visualmente mais agradável tanto por parte de dentro quanto de fora, e as plantas frutíferas podem ser utilizadas para o consumo próprio.

            Nas escolas, a Cortina Verde pode ser utilizada para refrescar as salas de aulas e os legumes utilizados na merenda escolar, assim como também pode ser criado algum estudo sobre o alimento na parte nutricional.

            Nas empresas, pode ser utilizado para deixar o ambiente de trabalho mais agradável trazendo mais inspirações para os funcionários e diminuir gastos elétricos como já citado anteriormente.

Por: Fabio Kimura, Anna Andriani

Download do artigo

Referências

Kyocera Group. What is a Green Curtain? Disponível em: <http://global.kyocera.com/ecology/greencurtains/about.html>Acesso em 21 mai. 2016.

SCHERER, Minéia Johann.Cortinas Verdes na arquitetura: desempenho no controle solar e na eficiência energética de edificações.2014. 187 p. Tese (Doutorado) – Curso de Arquitetura, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.